15 de Fevereiro de 2019

Carro

Qual é a parte mais suja do interior do carro?

Celular, controle remoto, dinheiro, botões do elevador… A lista de coisas que tocamos diariamente e que abrigam muitos germes e bactérias é extensa.

E quando se trata do seu veículo, você sabe qual a parte mais suja? Carros possuem diversas superfícies de contato, como maçanetas, botões, alavancas e cintos de segurança. Todos estes pontos podem ser hospedeiros de germes.

Porém, de acordo com uma pesquisa feita pelo CarRentals.com, portal de aluguel de carros americano, o volante é um dos objetos mais sujos e repletos de bactérias com que as pessoas lidam diariamente.

Não só isso: ele pode ser seis vezes mais sujo que a tela de um smartphone; quatro vezes mais sujo que um banheiro público e duas vezes mais sujo que botões de elevadores, por exemplo.

O porta-copos é o segundo item mais contaminado, seguido pelo cinto de segurança e as maçanetas.

Ainda segundo a pesquisa, entre os 700 tipos de germes e bactérias encontrados no interior de um carro, há dois mais comuns: a Staphylococcus, bactéria que causa infecções alimentares e de pele, e a Propionibacterium, que causa inflamação e infecção.

Uma das principais razões para o grande número de micro-organismos, aponta o estudo, está no hábito de comer dentro do carro. Através dessa prática ocorre o depósito de pequenos restos de comida, que criam condições ideias para a proliferação de bactérias, sobretudo quando o carro está fechado e estacionado em locais quentes.

Para impedir a disseminação de bactérias e germes no interior do carro, este deve ser limpo regularmente. Recomenda-se ainda limpar os filtros de ar periodicamente.

Conte com os produtos automotivos da Mundial Prime e mantenha o seu carro livre das sujeiras. Para o volante, em especial, você conta com o Silicone Spray, que protege, renova e dá brilho.

Veja também: Como avaliar se está na hora de trocar os pneus do carro?