15 de Março de 2019

Bicicleta

Lubrificante para bicicleta: 5 coisas que você precisa saber

Como qualquer outro meio de transporte, a bicicleta precisa de manutenção para o seu bom funcionamento. E a lubrificação é um dos principais cuidados.

Mas você sabe exatamente qual é o papel do lubrificante, ou em que partes ele deve ser aplicado?

Confira as principais questões sobre o assunto e como deixar a sua bike pronta para encarar grandes aventuras.

Por que lubrificar

Quando há atrito de metal com metal, o resultado é o desgaste. Assim, como as superfícies não deslizam adequadamente, o desempenho é reduzido. Aí está a importância do lubrificante: amenizar o atrito entre as peças e garantir seu bom funcionamento.

A dose certa

Outra orientação importante é não exagerar. O produto oferece bom rendimento, e uma pequena quantia já é suficiente. Além disso, como o lubrificante foi feito para atuar “dentro” das peças, é recomendado remover o excesso de produto onde ele não tem real utilidade, evitando o acúmulo de sujeira.

A importância da limpeza

Uma boa lubrificação exige limpeza prévia. Esse cuidado é importante principalmente em relação à corrente. Mas claro, o ideal é limpar a bicicleta por inteiro, periodicamente.

O lubrificante

Correntes precisam de lubrificação apropriada. Escolher o lubrificante ideal para sua bicicleta proporciona pedalada mais suave e trocas de marcha precisas, e evita o desgaste prematuro da corrente.

A Mundial Prime conta com produtos específicos para este fim, como o Lubrificante de Corrente, que reduz o atrito, diminuindo o desgaste e ampliando a vida útil da corrente, e a Graxa Chain Wax Color, que lubrifica, protege e ainda colore.

A periodicidade

A necessidade de lubrificação geralmente depende de dois fatores: o lubrificante diminui ou acaba (devido ao longo uso ou à ação da água), ou a sujeira se mistura a ele. Sendo assim, sua bike deve ser regularmente lubrificada, ou os danos começarão logo que o lubrificante perder sua eficácia.

Aproveite o momento da lubrificação para verificar como está sua bike e procurar por trincas, peças danificadas e desgastes. Se notar algo, corrija assim que puder.

 

Veja também: Gosta de motos? Veja 7 museus que você precisa conhecer